Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

segunda-feira, 13 de junho de 2011

Origem da Quadrilha


A quadrilha, bailado de origem francesa, chegou à corte brasileira no início do século XIX. Quando da sua popularização, ganhou características regionais e aportuguesamento de vocabulário, o matutês, já que toda a coreografia era originalmente anunciada pelo marcador em fracês.
O enredo, sempre alegórico, da encenação é simples: a noiva quase sempre está grávida; os pais da noiva obrigam o noivo a casar; este se recusa; é necessária a intervenção da polícia; depois o casamento se realiza com o padre fazendo a parte religiosa e o juiz fazendo o casamento civil, sob as garantias do delegado e seus soldados. Finalmente, a quadrilha, o baile de comemoração do casamento, é sempre animado por um bom forró!


A seguir um pequeno vocabulário dos passos utilizados nas coreografias:


  • ANAVANTUR (EN AVANT, TOUT) - Cavalheiros tomam as damas e andam de mãos dadas até o centro do salão, encontrando-se com a fila da frente.
  • ANARRIÊ (EN ARRIÈRE) - Os pares, ainda de mãos dadas, voltam em marcha-ré até o ponto em que estavam e se separam, ficando cavalheiros em frente às damas.
  • TRAVESSÊ DE CAVALHEIROS (TRAVESSER) - As damas ficam paradas e os cavalheiros atravessam o salão parando em frente à dama do outro par, cujo cavalheiro faz também o mesmo. Ao se encontrarem com as damas dos pares da frente, dâos-se os braços, fazem duas meias-voltas, indo depois para seus lugares.
  • TRAVESSÊ GERAL - As duas filas atravessam o salão ao mesmo tempo, cruzando-se no centro pela direita. Ao chegarem aos lugares voltam a ficar de frente para o par.

  • BALANCÊ COM O PAR VIS A VIS - Seguem somente os cavalheiros e ao se encontrarem com as damas, vão entrelaçando o braço direito no braço direito da dama. Dão duas voltinhas e retornam a seus lugares, ficando de frente para o par.
  • BALANCÊ COM SEUS PARES - Cavalheiro de frente para sua dama. Ambos fazem o balanceio, sem sair do lugar.
  • GRANDE CHÈNE (GRAND CHAÍNE) CRECHÉ OU GARRACHE - A dama dá a mão direita ao cavalheiro e este a mão esquerda à direita de outra dama e passam a trocar de mãos e de dama até que voltam a encontrar os seus pares.
  • SANGÉ (CHANGÊ DE DAME) - Os cavalheiros rodam as damas pela sua esquerda, passando-as para trás e a cada sinal do marcador, largam as mãos das mesmas e vão pegar as da sua frente até chegarem aos pares certos.
  • BEIJA FLOR - Os pares seguem até o meio do salão, as damas estendem a mão direita para o cavalheiro beijar.
  • CORTESIA - Os cavalheiros dão um passo para trás sem largar a mão da dama, ficando semi-ajoelhados. As damas dão duas voltinhas pela esquerda, os cavalheiros levantam-se e aguardam o próximo passo.
  • CRUZ DE MALTA - os casais ímpares continuam rodando e os números pares vão-se infiltrando na roda, segurando-se nos punhos e formando rodas maiores. Os cavalheiros seguram nas mãos dos cavalheiros e as damas seguram nas mãos das damas, formando outro braço da cruz. Continuam rodando ao ritmo da música.
  • PASSEIO DOS NAMORADOS - O par guia sai com sua dama pela direita, o par seguinte sai pela esquerda e os demais vão imitando. Quando se encontram novamente, formam uma fila única, depois uma roda no meio da sala.
  • CAMINHO DA ROÇA - Damas na frente, cavalheiros atrás, percorrem todo o salão, voltando aos seus lugares.
  • AÍ VEM CHUVA - Todos fazem meia volta, marchando em sentido contrário.
  • É MENTIRA - Nova meia volta. Continuam marchando em roda.
  • CESTINHA DE FLORES - As damas levantam os braços, passando-os por cima dos ombros com a palma das mãos para cima. Os cavalheiros que estão atrás seguram as mãos da dama e continuam a marchar.
  • A PONTE CAIU - Os cavalheiros sem largar as mãos das damas, fazem meia-volta e seguem a marcha na frente das damas.
  • PONTE NOVA - Todos fazem meia volta pela direita sem largar as mãos das damas, continuam a marchar.
  • DAMAS AO CENTRO - Damas formam a roda e os cavalheiros outra, por fora. Rodam todos no mesmo sentido, para a esquerda.
  • ARCO-ÍRIS - Damas passam a roda para a direita, ficando as duas filas rodando em sentido contrário.
  • DAMAS EM RODA - Os cavalheiros entram para dentro da roda sem largarem as mãos. Damas fazem a roda por fora e todos começam a rodar pela esquerda, procurando seus pares.
  • OLHA O TÚNEL - O par guia dá as mãos, levantando-as à altura dos ombros. O par próximo ao guia passa por baixo, e coloca-se ao lado, na mesma posição. Todos os demais pares fazem o mesmo.
  • CARACOL - Os pares fazem fila indiana e a dama do par guia começa a marcha em direção ao centro do salão. Quando o caracol estiver bem unido, todos esperam a ordem do marcador.
  • ZEFINI (C'EST FINI) - Fim!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Postagens populares

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.
Ocorreu um erro neste gadget
Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.